terça-feira, 23 de setembro de 2014

QUANDO COMEÇA A VIDA.

QUANDO COMEÇA A VIDA.


A Vida começa quando deixamos de nos importar com quem critica a gente, com o que machuca a mente. Discernir quem é verdade ou quem mente. A vida fica gostosa quando o riso é espontâneo, quando o choro é momentâneo, quando nos apaixonamos, quando as flores surgem a qualquer plano, a qualquer custo, sem nenhuma “manha” .



 Sem querer, sem perceber que a Lua vem, a Lua Cheia ou Lua Meia.

A Vida fica interessante quando a porta surge à frente, quando podemos escolher o que realmente faz bem pra gente, direita ou esquerda sempre seguindo em frente, olhando para trás só recordando o que de bom nos trouxe a mente.

  

Bom mesmo é sentir o vento no rosto, sentir o trilho do trem, abrir os braços e apenas dizer “ Vem!”
Melhor de tudo é o livre arbítrio, é ser independente de escolhas, é fazer sem medir o tombo, machucar e depois sarar, rir até sentar.

 É querer mais que bem querer, é viver sem ter medo de sofrer, é olhar para o céu e poder sempre Agradecer!

Marina Rodrigues (Instagram).


Espaço Tempo De Cura

Jeane Godoy - (19) 9-9769-6175
Maria Clara Melotto – (19)9-9751-6760
                                                               
" A Pressão das Mãos Faz Correr As Fontes Da Vida!"
Psicoterapias
Trance Therapist
Integral Therapist
Meditação Orientada
Estudos da Consciência
Bioenergética
Florais
Auriculoterapia, Moxabustão, Cone Hindu, Magnetoterapia.



quinta-feira, 11 de setembro de 2014




Emoções e Cárceres


Vale saber que nem os grandes homens livraram-se de ter conflitos
em suas vidas.

Diversos conflitos que encarceram nossas emoções ocorreram numa fase da infância em que nós não tínhamos defesas intelectuais. Alguns deles ocorreram apesar dos pais terem sido pessoas excelentes. É muito comum que os estilos do ambientes ou uma atitude ou uma reação dos pais sejam inadequadamente interpretados pelos filhos, produzindo frustrações e  causando-lhes importantes cicatrizes nos amplos terrenos do inconsciente. Portanto, é possível adquirir conflitos mesmo tendo vivido uma infância saudável.

Além disso o mundo moderno virou uma fábrica de pessoas estressadas . até pessoas que desenvolveram uma personalidade sem grandes traumas podem, qdo adultas, devido ao estresse profissional e social, desenvolver arquivos doentios nas matrizes da memória. As pessoas mais responsáveis e aplicadas estão mais sujeitas ao cárcere da ansiedade. Superar os cárceres psíquicos que são construídos ao longo de nossa  trajetória deve ser a grande meta da inteligência.
O pior prisioneiro é o que não enxerga seus próprios limites. O pior doente é aquele que represa suas emoções e tem medo de admitir suas fragilidades, fracassos e momentos de insegurança.
    

É mais fácil conquistar fortuna do que sabedoria. Quem é sábio? – Sábio não é a pessoa que não erra, não se frustra e nem sofre perdas, mas é aquela que aprende a usar suas dificuldades como alicerce de sua sabedoria. Que destino você dá para seus erros? O que você faz com as dores emocionais que vivencia? Elas o constroem ou o destroem?
Infelizmente, raras vezes somos eficientes em dar um destino lúcido ás nossas falhas e sofrimentos.
Sabemos lidar com os sucessos, mas estamos despreparados para as derrotas. Sabemos lidar com as alegrias, mas não com a tristeza e com a ansiedade.

Você sabe quantos segundos temos para debelar um foco de tensão emocional para que ele não seja registrado de maneira doentia na memória?
No máximo 5 segundos. Mas, infelizmente somos lentos para nos proteger. A maioria das pessoas nem sequer sabe que precisa proteger suas emoções. Elas fazem seguro da casa, do carro, colocam grades nas janelas, mas não tem nenhuma proteção no mais importante e delicado território ... o território da emoção.

Por amor à você, pense nisso!

Com respeito
Jeane Godoy - (19) 9-9769-6175
Maria Clara Melotto – (19)9-9751-6760

" A Pressão das Mãos Faz Correr As Fontes Da Vida!"
Psicoterapias
Trance Therapist
Integral Therapist
Meditação Orientada
Estudos da Consciência
                                                           Bioenergética     
Espaço Tempo De Cura